em ,

EPIVIR Comprimido

Não tome remédio antes de ir a um médico

Utilizado no tratamento da Aids. Uso Oral.

Anúncios

A lamivudina é uma agente antiviral com ação sobre o vírus da imunodeficiência humana tipo 1 (HIV-1) e sobre o HIV-2. O mecanismo de ação da lamivudina baseia-se na inibição da síntese dos ácidos nucléicos. A lamivudina é bem absorvida por via oral (biodisponibilidade em adultos 80-85%) e atinge o pico máximo de concentração plasmática uma hora após a administração.

Indicações: Nas infecções causadas pelo HIV como hepatite B, inflamação hepática aguda e em evidências de replicação do vírus da Aids.

Anúncios

Contraindicações: Hipersensibilidade à lamivudina.

Anúncios

Precauções: Deve ser comunicado aos pacientes que o uso da lamivudina e qualquer outro antiretroviral não impede a transmissão da doença (Aids) por contatos sexuais e através da contaminação com sangue. Administrar com precaução em pacientes com hepatopatia ocasionada pelo vírus B (HBV), devido ao risco de hepatite reincidente como conseqüência do tratamento com lamivudina. A lactação deve ser suspensa se a mãe recebe o medicamento.

Efeitos colaterais: Cefaléia. Insônia. Fadiga. Mal-estar, tontura, depressão e febre. Dor abdominal, anorexia, dispepsia, náusea, vômito e diarréia. Exantema. Febre. Pancreatite. Neuropatia periférica. Parestesias. Tosse e sintomas nasais. Neutropenia e anemia. Mialgia e artralgia. Elevação de transaminases e amilase.

Anúncios

Atenção: O uso de qualquer medicamento só deve ser feito por recomendação e orientação de um médico, essas informações são de caráter meramente educativos e não substituem em hipótese alguma a avaliação de um especialista médico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

EPILEPTIL Comprimido

EUPEPT Cápsula